Segurança aliada a experiência global de mais de 90 anos

Certificados nas normas ISO 9001 e ISO 14000

Soluções inovadoras, eficazes, rápidas e seguras

Espécies de pulgas

Existem várias espécies de pulgas, mas no Brasil, a pulga dos gatos e a pulga dos cães são as que causam a maioria dos problemas.

A principal preocupação com as pulgas geralmente é o sofrimento e desconforto, que as picadas das mesmas podem provocar no seu animal de estimação e em si.

Pulga dos gatos

(Ctenocephalides felis)

Aspecto

  • Sem asas.
  • Têm 2 a 3 mm de comprimento.
  • Achatadas lateralmente.
  • As suas longas patas permitem-lhes saltar.
  • Têm a parte posterior da cabeça e pronoto com cerdas rígidas, o que as distingue da maioria das outras pulgas de animais de estimação

Ciclo de vida

  • As pulgas passam por quatro fases: ovos, larvas, pupas, adultos. Os ovos são pequenos e brancos. Estas fases combinadas variam de duas semanas a oito meses.
  • A pulga adulta detecta a vibração do movimento de pessoas e animais, pressão, calor, ruído ou dióxido de carbono, e fica alerta para potenciais refeições de sangue.
  • A pulga dos gatos não pode completar o seu ciclo de vida alimentando-se apenas de sangue humano.

Hábitos

  • Muitas vezes, estas pulgas não conseguem determinar se um hospedeiro é ou não adequado, até o picarem. Se for considerado inadequado, a pulga abandona-o.
  • Estas pulgas nidificam no local de descanso habitual do hospedeiro, por exemplo, no cesto do gato. É aí que a pulga passa ao estado adulto.

Pulga dos cães

(Ctenocephalides canis)

Aspecto

  • No estado adulto é preta acastanhada, mas fica preta avermelhada após uma refeição de sangue.
  • A pulga adulta tem 3 a 4 mm de comprimento.
  • A larva sem pernas é de cor creme e pode medir até 5 mm de comprimento.

Ciclo de vida

  • As pulgas atravessam quatro fases no seu ciclo de vida: ovos, larvas, pupas, adultos.
  • As larvas são mais compridas do que os adultos e alimentam-se de partículas de sangue seco, excrementos e substâncias orgânicas recolhidas nas instalações infestadas.
  • O corpo é achatado lateralmente, o que lhe permite mover-se facilmente no pêlo de um animal. Com espinhos no corpo projetados para trás, a pulga consegue agarrar-se melhor ao animal hospedeiro enquanto este é escovado.

Hábitos

  • Os adultos alimentam-se do sangue de cães e gatos, picando o homem ocasionalmente.
  • A pulga dos cães é um vetor da ténia (parasitas) dos cães, Dipylidium caninum, que também pode afetar o homem.
  • Como podem saltar cerca de 15 centímetros, conseguem mover-se de um hospedeiro para outro. Também podem infestar a relva dos jardins.
  • Uma infestação de pulgas pode prejudicar o bem-estar geral, causar comichão, vermelhidão, perda de pêlo, infecções graves da pele ou alergias pela saliva da pulga.

Pulga das aves

(Ceratophyllus gallinae)

Aspecto

  • As pulgas adultas são, geralmente, acastanhadas, com 1 a 8 mm de comprimento.
  • Os olhos e as antenas são visíveis. A boca está bem adaptada para perfurar a pele e sugar o sangue, projetando-se para baixo a partir da cabeça.
  • Esta é a espécie mais comum nas aves, como as galinhas.

Ciclo de vida

  • As pulgas das aves vivem pouco tempo em interiores e apenas em ninhos.
  • Reproduzem-se durante o período de nidificação, quando o hospedeiro e/ou as crias estão disponíveis para refeições de sangue regulares.

Hábitos

  • As pulgas das aves adultas vivem nos ninhos. Quando as aves saem dos ninhos, as pulgas adultas têm que encontrar um novo hospedeiro.
  • Se o ninho for reutilizado, as pupas surgem, posteriormente os adultos acasalam e assim continuam o ciclo de reprodução.
  • As pulgas das aves podem multiplicar-se de forma espantosa em galinheiros, aviários, área de criação, etc.

Ácaros das aves

(Dermanyssus gallinae)

Aspecto

  • Têm 0,6 a 0,7 mm de comprimento.
  • Corpo amarelo claro/verde, com oito patas.
  • Depois de bem alimentados, ficam com o corpo vermelho brilhante.

Ciclo de vida

  • Passam de ovo ao estado adulto em 7 dias (em condições favoráveis).
  • Os adultos vivem cerca de 90 dias.
  • Alimentam-se do sangue das aves.

Hábitos

  • Dão preferência a locais quentes.
  • Comuns em ninhos de aves e galinheiros.
  • Podem reduzir a eficiência de postura das aves. Em casos graves, podem matar crias e aves doentes ou idosas.
  • Em residências, os ácaros das aves podem picar pessoas na procura de alimento.

Pulga do homem

(Pulex irritans)

Aspecto

  • As pulgas são insetos sem asas, pretos a acastanhados.
  • As pulgas adultas têm 1 a 4 mm de comprimento.
  • Têm um probóscide longo e fino que utilizam para perfurar a pele do anfitrião a fim de se alimentarem do seu sangue.
  • Executam um movimento de salto característico.

Ciclo de vida

  • A pulga fêmea deposita 4 a 8 ovos após cada refeição de sangue e, geralmente, pode depositar várias centenas de ovos durante a sua vida adulta.
  • Os ovos de cor clara, num suave formato oval, com cerca de 0,5 mm de comprimento, são depositados, embora não fiquem agarrados no corpo, na cama ou no ninho do hospedeiro.
  • Geralmente, o adulto emerge numa semana ou duas, depois de completar as fases de larva e de pupa. Em condições desfavoráveis, o período de pupa pode durar um ano no hospedeiro.

Hábitos

  • Muitas vezes, as pulgas picam as pessoas nas pernas e nos tornozelos, geralmente com 2 ou 3 picadas na sequencia. É possível sentir as picadas imediatamente e o seu efeito pode durar até uma semana.
  • Como mudam de um hospedeiro para outro, representam um risco de transmissão de doenças.
  • A Pulex irritans é também um vetor da Yersinia pestis (praga).
  • As pulgas do homem também podem ser encontradas em animais, como cães, ratazanas, porcos, veados e raposas.

Próximos passos

Unidade mais próxima

Suporte técnico

0800 77 04 388