Pest Guides

Mamba verde

Dendroaspis angusticeps

Localização geográfica

Mamba-verde (imagem)
  • Encontram-se nas florestas da costa do Cabo Oriental da África do Sul, no Zimbabwe, em Moçambique e no Malawi.

Aspecto

  • Duas enormes presas de veneno fixas na parte da frente da boca.
  • Dentes sólidos em ambos os maxilares.
  • As mambas verdes são as mais pequenas da espécie e têm, em média, 1,5 m de comprimento.
  • Cor-verde brilhante e parte inferior amarela-esverdiada brilhante.
  • As mambas verdes são cobras estreitas e elegantes, com cabeça e longa cauda estreita muito características.
  • Têm olhos pequenos, escamas suaves e cabeça rectangular longa.
  • São frequentemente confundidas com as cobras Boomslang (Dispholidus typus).

Veneno

  • Extremamente venenosas.
  • Altamente neurotóxico: danifica os tecidos nervosos e é potencialmente fatal.


Mordedura

  • Pouco ou nenhum inchaço na ferida da mordedura.
  • A ferida apresenta dois orifícios.

Ciclo de vida

  • A mamba verde é ovípara (deposita ovos).
  • A fêmea deposita entre 6 e 18 ovos no Verão, normalmente sobre vegetação em decomposição.
  • As crias são venenosas logo à nascença e têm até 45 cm de comprimento.

Hábitos

  • As mambas verdes são principalmente arbóreas (vivem nas árvores), mas também habitam matagais de bambu, mangais e zonas costeiras com arbustos.
  • São tímidas, pouco agressivas e apenas atacam se forem provocadas ou encurraladas.
  • A dieta consiste de aves, ovos de aves e pequenos mamíferos.
  • As mambas verdes são activas durante o dia (diurnas), mas só andam junto ao solo quando perseguem presas ou para apanhar sol.